Arquivos sob  "Eu!" (RSS)

Tractos na Revista da Cultura

22 janeiro 2016 | Eu!, Referências | Comentários desativados em Tractos na Revista da Cultura

revistadacultura_low

Neste mês, a Edição 102 da Revista da Cultura, publicação distribuída gratuitamente nas lojas da Livraria Cultura, indica o Projeto Tractos, de Fabio FON e Soraya Braz, junto a outras iniciativas “que trazem novos significados para a arte contemporânea, colocando o espectador no cerne da ação interativa”. A edição pode ser acessada na web: http://www.livrariacultura.com.br/revistadacultura/edc102 .

 

Tractos, a proposta

4 junho 2015 | Eu!, eventos, projetos | Comentários desativados em Tractos, a proposta

Novo vídeo de divulgação da proposta do Projeto Tractos, de Fabio FON e Soraya Braz. Mais informações sobre o projeto em http://tractos.fabiofon.com . Tractos também está no Facebook em http://www.facebook.com/projetotractos .

Novo artigo: A tactilidade na obra Vitalino de Jarbas Jacome

14 abril 2013 | arte mídia, Eu!, textos | Comentários desativados em Novo artigo: A tactilidade na obra Vitalino de Jarbas Jacome

Em homenagem ao ceramista brasileiro Mestre Vitalino, o artista multimídia brasileiro Jarbas Jacome produziu a obra Vitalino, uma instalação interativa onde o visitante modela um bloco virtual que mimetiza a ação sobre um bloco de barro em rotação. A obra suscita discussões sobre tactilidade em trabalhos de arte digital, vislumbrando processos que problematizam a própria tecnologia. Soraya Braz e Fabio FON elaboraram um texto sobre o trabalho de Jacome, presente no sétimo número da revista ESTUDIO da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, agora disponível aqui: http://www.fabiofon.com/extras/vitalino_sorayabraz_fabiofon.pdf .

 

 

Via Invísivel em vídeo

20 janeiro 2013 | arte mídia, Eu! | Comentários desativados em Via Invísivel em vídeo

Vídeo sobre os painéis de Via Invisível de Fabio FON e Soraya Braz, trabalho participante do FILE PAI 2011 – Paulista Avenida Interativa. Mais sobre Via Invisível: aqui .

 

 

Novos textos!

21 novembro 2012 | Eu!, textos | Comentários desativados em Novos textos!

Neste segundo semestre de 2012, devido a participação nos eventos ARTECH 2012 (Faro, Portugal), 21º Encontro da ANPAP (Rio de Janeiro) e ainda, 11º Encontro Internacional de Arte e Tecnologia (Brasília), há três novos artigos disponíveis em ARTIGOS RECENTES. Estes artigos fazem parte da pesquisa Mimetismo: Estratégia Relacional em Arte e Tecnologia, pesquisa de pós-doutorado realizada atualmente no Instituto de Artes da  UNESP, em São Paulo.

 

Atenção, sua conversa está sendo CAPTADA!

9 março 2012 | Eu!, textos | Comentários desativados em Atenção, sua conversa está sendo CAPTADA!

Texto da pesquisadora da Universidade de Barcelona Ana da Cunha sobre o trabalho Captas de Fabio FON e Soraya Braz publicado no portal de arte e tecnologia Tecno Arte News. Confira no link abaixo.

Atenção……. sua conversa está sendo CAPTADA!!!!

http://tecnoartenews.com/esteticas-tecnologicas/atencao-sua-conversa-esta-sendo-captada/

Ana da Cunha é doutoranda em Estudos Avançados em Produções Artísticas pela Universidade de Barcelona – Espanha, mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP e licenciada em Artes Visuais pela Universidade de Londrina – UEL. Artista plástica e pesquisadora na área de Artes, com ênfase nos estudos em Arte e Tecnologia .

 

 

Web Arte na Campus Party 2012

8 fevereiro 2012 | Eu!, eventos, web arte | Comentários desativados em Web Arte na Campus Party 2012

Nesta sexta-feira, dia 10/02, acontecerá na Campus Party Brasil 2012 a mesa redonda Experimentações Artísticas em Rede. A mesa faz parte das atividades da área de Artes Digitais no mega evento que acontece no Anhembi, em São Paulo. Estarei participando juntamente com os pesquisadores e professores da ECA-USP, Gilbertto Prado e Silvia Laurentiz.

Veja informações sobre a mesa na área de ARTES DIGITAIS da Campus Party. O acesso é restrito aos inscritos nas palestras do evento.

Experimentações artísticas em rede

Estética e interatividade: o usuário modifica o conteúdo do trabalho em tempo real e o transforma pela sua participação. Ao criar um trabalho de arte em rede, o objetivo é estabelecer relações com a sensibilidade do internauta, tornando a navegação uma experiência diferente. Conheça um pouco mais sobre esta forma de arte.

Participantes

Gilbertto Prado

Artista multimídia, professor do Departamento de Artes Plásticas da ECA – USP. Tem realizado e participado de inúmeras exposições no Brasil e no exterior. Trabalha com arte em rede e instalações interativas, é coordenador do Grupo Poéticas Digitais.

Fábio Oliveira Nunes

Artista, designer digital e pesquisador em Arte e Tecnologia. Atuando, entre outras áreas, nos estudos de hipermídia, web arte, arte mídia e poéticas da visualidade. Dos seus estudos, destacam-se: web arte no Brasil, realizado a partir de 1999, e o livro “CTRL+ART+DEL: Distúrbios em Arte e Tecnologia”. É doutor em artes pela ECA/USP e, atualmente, desenvolve pesquisa de pós doutorado no Instituto de Artes da UNESP.

Silvia Laurentiz

Professora do Departamento de Artes Plásticas e do Programa de Pós Graduação em Artes Visuais da ECA-USP. Coordenadora do Grupo de Pesquisa “Realidades – das Realidades Tangíveis às Realidades Ontológicas”. Artista multimídia com trabalhos em realidade virtual, aumentada, ambientes interativos, multimídia e web art. 

CTRL+ART+DEL na Rádio UNESP FM

15 fevereiro 2011 | entrevista, Eu! | Comentários desativados em CTRL+ART+DEL na Rádio UNESP FM

Minha primeira entrevista de rádio sobre o livro CTRL+ART+DEL: Distúrbios em Arte e Tecnologia, Ed. Perspectiva, Programa Perfil Literário, Rádio UNESP FM. O programa, comandado por Oscar D’ambrósio, coleciona presenças célebres, tais como: Edgar Franco, Diniz Júnior, Omar Khouri, Glauco Mattoso, Ademir Assunção, Marcelo Maluf, Edson Cruz, Luiz Monforte, Pipol, e tantos outros.

Para acessar a entrevista sobre o livro:
http://aci.reitoria.unesp.br/radio/perfil_literario/1048%20PL_FABIO%20OLIVEIRA%20NUNES%20OK.mp3

Para acessar todas as entrevistas do Programa Perfil Literário de Oscar D’ambrósio:
http://aci.reitoria.unesp.br/radio/perfil_literario/

Fabio FON

 

 

CTRL+ART+DEL, distúrbios reverberam

13 fevereiro 2011 | Eu!, Mixórdia, textos | Comentários desativados em CTRL+ART+DEL, distúrbios reverberam

Quero agradecer a recepção muitíssimo positiva de todos os amigos, em especial, aos pesquisadores da arte e tecnologia, que têm me parabenizado pelo livro CTRL+ART+DEL: Distúrbios em Arte e Tecnologia, Editora Perspectiva. O livro tem sido referenciado em diversas bibliografias que tratam de questões em torno da produção artística crítica em novos meios, bem como, das relações entre arte e política, da relativa liberdade dos sistemas colaborativos ou das considerações sobre web arte.

Para adquirir o livro, acesse: http://www.editoraperspectiva.com.br/index.php?apg=cat&npr=913 .

 

Ateliê de [Ciber]Costura

17 novembro 2010 | arte mídia, artes visuais, Eu!, eventos | Comentários desativados em Ateliê de [Ciber]Costura

Neste dia 18 de novembro, o SESC Pompéia, em São Paulo, abre um cibernético ateliê de vestíveis dentro da programação da Mostra SESC de Artes. Abaixo, texto de Guto Requena – que concebeu a cenografia e direção de arte do espaço. O ateliê tem a curadoria de Gabriela Carneiro. Vale a pena ver.

“O projeto para cenografia e direção de arte do “Ateliê de [Ciber]costura” incorpora em sua essência elementos de universos aparentemente distintos, que, com o recente avanço das novas tecnologias de informação e comunicação, passam a se mesclar: o orgânico e o maquínico, o analógico e o digital, a natural e o artificial, o concreto e o virtual. A cenografia deveria abrigar num espaço reservado de 250 metros quadrados o complexo programa expositivo de arte e tecnologia do “Ateliê de [Ciber]costura, que é parte de um dos maiores eventos anuais de arte da cidade de São Paulo – A Mostra SESC de Artes 2010. Cinco obras de computação vestível, palestras, workshops e oficinas, acontecem neste espaço, além de uma área reservada para os artistas realizarem testes e reparos para suas performances.A exposição acontece no SESC Pompéia, certamente um dos edifícios de maior relevância arquitetônica do Brasil, com projeto da arquiteta Lina Bo Bardi, inaugurado em 1982. Nossa cenografia estabelece um diálogo profundo com este edifício, numa relação paradoxal de estranhamento e integração. Uma longa superfície translúcida se desenrola pelo espaço, com suas dimensões, ângulos e proporções calculados para relacionarem-se com o entorno, rasgando o prédio ao meio e criando as áreas reservadas necessárias para o programa.Esta parede translúcida é uma membrana interativa que responde aos estímulos do ambiente, mudando de cor graças aos diversos sensores que captam movimento e nível sonoro das pessoas que transitam pelo prédio. Cores e padrões gráficos distintos convidam a reflexão do público sobre a maneira que ocupam, passeiam e se comportam dentro deste espaço. Essa pele interativa realça e une 3 corpos: visitantes, espaço e as 5 obras vestíveis. Com referência à memória dos ateliês de costura de avó, a cenografia incorpora elementos de impacto afetivo nos visitantes, adquiridos em lojas de aviamentos e depósitos de móveis usados, como a seleção de cadeiras gastas pelo tempo, porcelanas decorativas, máquinas de costura, novelos de lã, agulhas de tricô e o imenso patchwork de tapetes. Essa camada temporal soma-se aos elementos de alta tecnologia que permeiam nosso atual cotidiano: chips, microcontroladores, LEDs e transistores“.
  

  

 

 

  

ATELIÊ DE [CIBER]COSTURA
Curadoria: Gabriela Carneiro
Cenografia e Direção de Arte: Guto Requena Arquitetura e Design
Equipe: Guto Requena, Paulo de Camargo e Lucas Ciciliato
Técnico de Interação: Radamés Ajna
Produção: COM TATO – Agência Cultural e Célula – Agência de produções
Design Gráfico: Poliana Melo
 

 

 

 

 

 

//////////////////////////////////////////////////////
 
ATELIÊ DE [CIBER]COSTURA :: PROGRAMAÇÃO
Mostra SESC de Artes 2010
Parte da Mostra SESC de Artes 2010, O “Ateliê de [ciber]costura” reúne uma mostra expressiva da produção contemporânea de arte tecnológica e propõe um formato que busca ampliar as suas ações para além de suas performances. As obras são o resultado da justaposição de  materiais e procedimentos tradicionais com as possibilidades oferecidas pela tecnologia digital. Esta coexistência de diferentes temporalidades, nos leva à exploração de meios híbridos de expressão, cujos processos contínuos de criação são hoje tão relevantes quanto o resultado apresentado.
Ponto de encontro para interessados em arte, design e tecnologia digital, um espaço de criação, exposição e tricotagem de idéias. Concebido como um espaço de troca e aprendizado, as pessoas poderão visitar as obras utilizadas nas [ciber]intervenções, participar de bate-papos descontraídos (trocando os [ciber]pontos) e costurar seus próprios circuitos eletrônicos em [ciber]tricotagens.
Visitação: SESC Pompéia – 19 a 28/11.
Terça a domingo, 14h às 21h.
Sábados e domingos das 14h às 20h. Livre.
////////////////////////////////////////////////////////
CIBER[INTERVENÇÕES]
CAPTAS [2009-2010]
Fábio FON e Soraya Braz [BRA]
Uma intervenção móvel-urbana em que chamativas capas tagarelam ruidosamente quando percebem o uso de telefones celulares, andando pela cidade. Discute implicações sociais da telefonia móvel no cotidiano do espaço urbano [2009-2010 | BRA]. 30 min.
SESC Pompeia: 18/11 – 20h; 25/11 – 20h; 27/11 – 14h
SESC Carmo – Galeria do Rock: 23/11 – 12h
  

GER: MOOD SWEATER [2010]
Kristin Neidlinger [USA]
Um display vestivel de emoções que externaliza aspectos íntimos do indivíduo para o mundo. Sensores captam o nervosismo e suor do performer e traduzem as informações em padrões luminosos coloridos que representam diferentes sentimentos  30 min.
SESC Pompeia: 18/11 – 20h; 21/11 – 19h; 25/11 – 20h
SESC Pinheiros: 27/11 – 20h
  

HUMANO PERFEITO [2008]
Mika Satomi e Hannah Perner-Wilson [JPN-ING]
Como um sexto obstáculo (6th obstruction), a obra propõe diferentes regras para o curta-metragem “The Perfect Human” de Joergen Leth’s, 1967. Em forma de performance improvisional e interativa, a narrativa do filme é explorada por meio dos movimentos executados pela performer, captados por sensores distribuídos pela roupa que cobre seu ‘corpo perfeito’. 30 min.
SESC Pompeia: 25/11 – 20h; 26/11 – 19h; 28/11 – 19h
  

PARANGONET 1.0 –  dimensão sonora [2009]
Ricardo Nascimento e Jader Scalzaretto [BRA]
Inspirados no movimento artístico brasileiro Tropicalismo, duas esculturas vestíveis criam e difundem samplers sonoros por meio do seu movimento no espaço. 10 min.
SESC Pinheiros: 20/11 – 20h
SESC Pompeia: 25/11 – 20h
SESC Interlagos: 27/11 – 14h
  

VESTIS [2004]
Luisa Paraguai [BRA]
Uma estrutura de arcos vestível que se expandem e contraem a partir das interações estabelecidas, na busca de formalizar esteticamente as diferentes espacialidades corpóreas. 30 min.
SESC Pompeia: 18/11- 20h; 19/11 – 14h; 25/11 – 20h
SESC Pinheiros: 20/11 – 20h
/////////////////////////////////////////////////////
  

BAIXE A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA MOSTRA SESC DE ARTES: http://www.sescsp.org.br/sesc/download/programacao-completa-mostrasesc.pdf